Nov
O MAGUSTO

Ontem, dia 14 de novembro, a castanha assada, a jeropiga, a música popular e o Homem das Castanhas, voltaram a ser os elementos principais que proporcionaram mais um momento de bom convívio entre gerações.
Infelizmente, a chuva não possibilitou o magusto à moda antiga à volta da fogueira, ainda assim, não foi motivo suficiente para impedir que a festa fosse realizada.
Mais uma vez, quase não havia mais lugares no refeitório da Instituição, preenchido pela presença dos que quiseram associar-se a esta atividade, uma tradição que a Misericórdia insiste em manter, que reúne utentes, mesários e colaboradores, num ambiente acolhedor e familiar.
Fiquem com as imagens…